Movimento pelas diretas cresce em todo o País e aumenta pressão contra Temer , diz Humberto ao comentar atos em Olinda e São Paulo

Foto:Társio Alves
A grande adesão aos atos que pedem a saída do presidente Michel Temer (PMDB) e eleições Diretas, em São Paulo e em Pernambuco, neste fim de semana, aumentou ainda mais a pressão contra o peemedebista. A avaliação é do líder da Oposição no Senado, Humberto Costa (PT-PE), que acompanhou o evento "Não Me Venha Com Indiretas", no domingo (4), em Olinda.

Além do desfile do tradicional bloco Acho É Pouco pelas ruas da Cidade Alta, músicos e Djs se revezaram no palco montado na Praça do Carmo. Entre palavras de protesto e músicas que embalavam os militantes, todos pediram a saída do presidente e a sua substituição por um governante eleito pelo voto popular. Em São Paulo, atividade semelhante aconteceu no Largo do Batata.

“Essas ações em todo o País estão sendo feitas espontaneamente, demonstrando que a população não aceita mais esse governo ilegítimo que aí está e muito menos eleições indiretas feitas por um Congresso Nacional igualmente ilegítimo. Estamos convencidos de que, para sair da crise, a solução precisa ser radicalmente democrática”, afirmou Humberto.

Segundo o líder oposicionista, a pressão pela saída do peemedebista deve se intensificar esta semana após os protestos, a prisão do assessor Rocha Loures, amigo pessoal do presidente, e do julgamento da chapa Dima-Temer pelo TSE. “A cada dia que passa, a situação de Temer fica ainda mais insustentável. Ele e seu governo seguem se segurando nas cordas, mas não vão se aguentar por muito tempo”, disse o senador.

Humberto disse ainda que os atos contra Temer devem crescer ainda mais com a manutenção do peemedebista no cargo. “Em São Paulo, no Rio, em Pernambuco, os protestos têm se espalhado e cada vez mais gente tem saído às ruas para protestar”, disse o senador. Ele lembrou que, já no próximo final de semana, outro ato deve acontecer no Recife. Desta vez, a ação será organizada pela Frente Brasil Popular (FBP). no Cais da Alfândega a partir das 14h. Entre os nomes já confirmados estão Fabio Trummer, Junior Barreto, Canibal, Juvenil Silva e Clayton Barros. "Vai ser outro ato lindo que vai lotar as ruas do bairro do Recife", assinalou o líder.

Postar um comentário

0 Comentários