Governo do Estado investe na melhoria do abastecimento de água de São José da Coroa Grande

Um dos balneários mais belos do Litoral Sul do Estado, São José da Coroa Grande recebeu um importante investimento para melhoria do abastecimento de água. Já está em fase de testes a nova Estação de Tratamento de Água (ETA) implantada pela Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa), permitindo aumentar em 60% a produção de água para 24 mil pessoas. Esse incremento no fornecimento de água também vai garantir o atendimento satisfatório da população nos finais de semana, feriados e na alta estação, períodos que se registra quase o dobro de pessoas na cidade. A obra recebeu o investimento de R$ 1,2 milhão, recursos autorizados pelo governador Paulo Câmara, por entender que obras como essa são essenciais para levar mais qualidade de vida à população e contribuir para posicionar São José da Coroa Grande como um importante destino turístico na região.

 A obra também contou com a parceria do município que se responsabilizou pela execução da fundação de concreto do empreendimento. O período de testes da ETA deve durar cerca de 30 dias até que a unidade entre em operação plena. Além de ajustes operacionais no sistema, também estão sendo realizadas intervenções para a instalação de novos conjuntos de motobomba na captação de água bruta no Rio Persinunga. “A população já está sentindo melhorias no abastecimento de água. Mas é importante lembrar que nessa fase de testes podem ocorrer interrupções do abastecimento ou mesmo alterações no volume de água distribuído, situações possíveis e previstas nesse período de pré-operação”, esclarece a diretora Regional do Interior da Compesa, Simone  Albuquerque.

A diretora da Compesa reforça que a nova estação de tratamento, com capacidade de tratar 80 litros de água, por segundo, vai garantir mais eficiência ao sistema de abastecimento da cidade que, nos últimos anos, vem recebendo investimentos para melhorar o atendimento à população, como a construção de uma nova estação elevatória (bombeamento) de água tratada. Também já foi realizada  a implantação de mais de 24 mil metros de rede de distribuição de água, a  construção de um reservatório (com capacidade de armazenar 1,3 mil metros cúbicos), além da instalação de macromedidores, válvula redutora de pressão, e de quase 3 mil novos hidrômetros.

Postar um comentário

0 Comentários