Alta temperatura motiva alteração no horário de leitura e entrega da conta de água em cidades do interior

As altas temperaturas registradas em Caruaru e Gravatá, na região Agreste, e em Arcoverde e Serra Talhada, no Sertão, levaram a Companhia Pernambucana de Saneamento (Compesa) a alterar o horário de realização dos serviços de leitura e entrega da conta de água nessas cidades, a partir de hoje (21). Os leituristas que antes iniciavam as atividades seguindo o horário comercial, às 8h, agora passarão a realizar os trabalhos mais cedo, a partir das 7h, em Caruaru e Gravatá e, às 6h, nas cidades de Arcoverde e Serra Talhada. Por este motivo, a Compesa está avisando os clientes dessas mudanças para que não estranhem a presença de leituristas trabalhando antes do horário de costume. Para se ter uma ideia, agora na estação mais quente do ano, a temperatura nessas cidades chega a 38 e 40 graus, provocando jornadas de calor intenso, principalmente, para quem trabalha nas ruas.

O horário diferenciado para prestação do serviço de leitura e entrega de conta foi solicitado a Compesa pela empresa terceirizada, tendo em vista ao período da jornada de trabalho dos leituristas na rua. “Embora os leituristas utilizem uniforme, botas, chapéu e protetor solar, em média, eles fazem de 250 a 300 leituras, por dia, e se deslocam para os imóveis a pé. Isso significa um tempo grande de exposição ao sol”, explica a gerente de Faturamento da Compesa, Selma Souza, informando que ainda não há uma previsão para término desse horário especial. Ao todo, nessas quatro cidades a Compesa possuiu cerca de 185 mil clientes.

Postar um comentário

0 Comentários