“A novela da Hemobrás é maior que as da Globo”, diz Romário Dias

Foto: Roberto Soares/Alepe
“A construção da Hemobrás, em Goiana, foi estrategicamente muito bem feita. Porém, apesar do enorme investimento feito na obra, não foi dado o prosseguimento necessário para se concluir o mecanismo para que ela servisse à população. Pernambuco, por exemplo, ainda precisa enviar para a França os produtos elaborados lá. Me dá até vergonha de saber disso e dizer que a fábrica de hemoderivados fica aqui no Estado”. Desta forma o deputado estadual Romário Dias (PSD) definiu a sua opinião em relação à atual situação da Hemobás, durante aparte, na última segunda-feira (13), no Plenário da Assembleia Legislativa de Pernambuco.
“A novela da Hemobrás é maior que as novelas da Globo. A novela das coisas do Brasil, que servem ao Brasil e são feitas para o brasileiro, é maior que essas novelas da TV”, disparou. O parlamentar destaca que, assim como ocorreu em relação às cheias que atingiram o Estado, o debate sobre a situação da fábrica de hemoderivados não “é um assunto de governo ou de oposição”. “Este é um assunto do povo de Pernambuco”, assegurou. 
Dias lembrou ainda que, no primeiro ano desta Legislatura, solicitou a realização de audiências públicas para debater a questão. “Precisamos continuar falando disso hoje, amanhã e depois de amanhã. Temos que reunir todos os entes interessados, como o secretário estadual de Saúde (Iran Costa), o presidente da Hemobrás (Oswaldo Castilho) e até secretários de saúde de outros estados para seguir debatendo esta situação. Temos de levar esse assunto até o fim para que a fábrica funcione como deveria”, finalizou.
Criada em 2004, com a construção tendo sido iniciada em 2010 e a previsão de conclusão feita para 2014, a Hemobrás, até hoje, não foi totalmente concluída. Atualmente, mais de R$ 1 bilhão já foi gasto no equipamento e na transferência de tecnologia. Ao todo, mais de 70% da estrutura física está concluída e a fábrica conta com uma câmera fria que recebe o plasma. Além disso, o equipamento possui um centro de armazenamento de medicamentos em Jaboatão dos Guararapes, que distribui para os hospitais do SUS os hemoderivados recebidos da França.

Postar um comentário

0 Comentários