Armando aponta alternativas de empregos para a Mata Norte

Timbaúba – Em giro neste sábado (19) pela Zona da Mata Norte, o candidato a governador da coligação Pernambuco Vai Mais Longe, Armando Monteiro (PTB), defendeu ontem a recuperação econômica da região. Em entrevista à Rádio Princesa Serrana, em Timbaúba, Armando falou sobre a necessidade de mais investimentos industriais e em infraestrutura para viabilizar alternativas de geração de emprego e renda. Ele também defendeu estímulos à recuperação de setores tradicionais da economia, como o sucroalcooleiro.
 
Acompanhado do senador Humberto Costa (PT), do prefeito de Nazaré da Mata, Nado Coutinho (PTB), de candidatos a deputado e lideranças da região, Armando visitou as feiras livres de Timbaúba e da vizinha Macaparana.
 
Líder de todas as pesquisas de opinião, com ampla vantagem sobre o adversário, Armando disse na rádio que a Mata Norte precisa ser integrada aos polos automotivo e farmacoquímico de Goiana, sobretudo por meio de investimentos em infraestrutura e qualificação profissional. "Há novas oportunidades surgindo e os empregos devem ir para quem é filho de Pernambuco", acrescentou.
 
Armando lembrou também que, embora esteja em declínio, a atividade sucroalcooleira ainda emprega muitos pernambucanos e necessita de incentivos para se sustentar. "Aqui em Timbaúba, tivemos o encerramento da Usina Cruangi, que empregava muita gente. Precisamos de ações que sustentem o nível de emprego na região", afirmou o senador licenciado.
 
FEIRAS - Armando caminhou no início da manhã pelas ruas do Centro de Timbaúba. Ele foi saudado pelos timbaubenses como o futuro governador de Pernambuco, tendo sido muito assediado para fotos e cumprimentos.
 
Em Macaparana, ciceroneado pelo ex-prefeito Valdeciírio Cavalcanti (DEM), Armando também visitou a feira, tendo recepção similar à dos timbaubenses. O candidato, junto com Humberto, caminhou por entre os bancos de feira e também conversou com os comediantes do mercado público.
 
Além disso, Armando conferiu de perto o trabalho dos 30 integrantes da Cooperativa dos Trabalhadores em Confecções de Macaparana, fundada há 17 anos. Outra visita feita por Armando aconteceu no Sindicato dos Trabalhadores Rurais.

Postar um comentário

0 Comentários