Polícia prende o suspeito de assassinar promotor no município de Itaíba

Carro foi atingido por cerca de vinte disparos. Foto: DivulgaçãoJá está preso o suposto autor dos disparos que mataram o promotor Thiago Faria Soares, no município de Itaíba, na última segunda-feira (14). O secretário de defesa social de Pernambuco, Wilson Damázio, divulgou a notícia da prisão na manhã desta quarta-feira (16) e detalha como a polícia chegou até Edimacir Cruz.



Carro foi atingido por cerca de vinte disparos. Foto: Divulgação
Ele é ligado ao mandante do crime, o fazendeiro José Maria, que esta foragido e também já tem mandado de prisão decretado. Edimacir já tem mando de prisão por roubo, e agora teve a prisão decretada por 30 dias pelo assassinato do promotor Thiago.
O suspeito foi detido no final da tarde dessa terça-feira (16), no município de Águas Belas. Ele prestou depoimento e recebeu voz de prisão durante a noite, após ser reconhecido pela noiva do promotor, Mysheva Freire, principal testemunha do crime, como participante da execução. O acusado nega o crime, mas será novamente interrogado.
A Secretaria de Defesa Social faz uma coletiva de imprensa às 9h30 desta quarta-feira (16), para informar outros detalhes da prisão do autor dos disparos e sobre as investigações sobre o caso.
Carro onde estava o promotor. Foto: Reprodução/ Agreste Violento
Carro onde estava o promotor. Foto: Reprodução/ Agreste Violento
O MANDANTE DO CRIME – José Maria Pedro Rosendo Barbosa é o fazendeiro acusado de ser o mandante do assassinato do promotor de Itaíba. Também conhecido como Zé Maria de Mané “Pedo”, de 52 anos, ele era o antigo posseiro da Fazenda Nova, em Águas Belas, alvo de disputa judicial.
Ele tem uma extensa ficha criminal, com denúncias variadas, entre as quais a de homicídio na década de 90. José Maria Pedro Rosendo Barbosa já foi candidato a prefeito da cidade localizada no Agreste pernambucano. Nas eleições do ano passado, disputou uma vaga na Câmara de Vereadores e obteve 472 votos.
Ele é casado com Jandira Cruz Ubirajara, uma das dez herdeiras do espólio da Fazenda Nova, avaliada em 20 milhões de reais. Um trecho de 25 hectares do terreno foram arrematados num leilão por 100 mil reais pela noiva do promotor. Na época, Mysheva Freire Ferrão Martins não conhecia Thiago Faria Soares, de 36 anos.
Foto: Ana Paula Figueiredo/ Especial para a Rádio Jornal
Foto: Ana Paula Figueiredo/ Especial para a Rádio Jornal
Thiago foi executado com quatro tiros de espingarda calibre 12 numa emboscada na PE 300 entre Itaíba e Águas Belas. Nascido no Rio de Janeiro, o promotor era formado em direito pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.
Autor de livros jurídicos, ele era conhecido como professor renomado de cursos preparatórios para concursos. Confira aqui um trecho da fala de Thiago Faria Soares cedida pela assessoria de comunicação do ministério público:
Promotor também atuava como professor e era autor de livors. Foto: Reprodução
Promotor também atuava como professor e era autor de livors. Foto: Reprodução
ENTENDA A HISTÓRIA - Thiago Faria Soares tomou posse como promotor de Itaíba em dezembro e em janeiro conheceu a advogada Mysheva Freire Ferrão Martins. Nesta época, José Maria Pedro Rosendo Barbosa tentava reverter a situação, mas em junho foi concedida a imissão de posse.
A Justiça do Trabalho determinou o leilão de parte do terreno da fazenda para quitar dívidas trabalhistas. Informes extra-oficiais dão conta que o promotor chegou a discutir verbalmente com o posseiro. Zé Maria de Mané “Pedo” está sendo procurado por uma força tarefa formada por 50 policiais da elite da segurança pública.
O carro utilizado no crime foi localizado nessa quarta-feira (15), na fazenda do cunhado do fazendeiro Edir Ubirajara, que é ex-presidiário. Ele prestou depoimento na delegacia de Itaíba e à noite policiais estiveram numa rua do centro da cidade para coletar informações.
Após o casamento com Mysheva Freire Ferrão Martins, em novembro, Thiago Faria Soares iria assumir a promotoria de Iati. Representantes de órgãos de todo o país vieram a Pernambuco acompanhar as investigações em torno do homicídio.
O automóvel do promotor foi periciado nessa terça-feira no Instituto de Medicina Legal em Caruaru. O governador Eduardo Campos afirma que o poder público tem feito de tudo para dar uma resposta rápida:

Fonte: Rádio Jornal